sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Na casa dele...

video


Fui para a casa dele em Alvorada. Lá me montei, coloquei calcinha, vestidinho....
A qualidade do filmezinho não está boa, mas foi muito muito bom!!!!!!!!!!!!!!!!!
Demorou para entrar o pau (muito grande), mas depois de entrar ficamos horas transando. Fiquei completamente abertinha e dias depois ainda doía rsrsrsrsrs
video

Minha primeira vez...

Adoro caras mais velhos. Minha primeira relação com um homem foi com meu tio, há muitos anos. Hoje, tenho 39 anos, mas minha primeira vez foi com 13. Eu sempre estava na casa dele, chegava a passar todos os finais de semana do mês, porque ficava mais perto do colégio. Enquanto a família dormia à tarde, ouvíamos música no porão, onde havia um beliche. Meu tio (63 anos, atualmente), ficava deitado na parte de cima do beliche, e eu na de baixo.
Ali ninguém nos incomodava, normalmente deitávamos à tarde e dormíamos também algumas horas. Um dia, senti o beliche se mexer, fui verificar e meu tio estava batendo uma. O pau dele era enorme e grosso, com muitos pêlos. Ele continuou batendo, sem se importar comigo e eu fiquei olhando. Ele pegou minha mão, colocou no pau e mandou eu continuar. Continuei meio sem jeito, apertando aquele pau cheio de veias e muito duro com a minha mão.
Eu não sabia o que iria acontecer, mas decidi subir no beliche. Fiquei no meio das pernas dele e ele, com a mão no meu cabelo, guiou minha boca até o pau. Tomei cuidado para não encostar os dentes na cabeçona e comecei a chupar, como eu já havia visto nas revistas. Meu tio me segurava pelo cabelo e fodia a minha boca com vontade, mas cuidando sempre para não me engasgar. O gosto era muito bom, o pau dele estava completamente duro e molhado. Parei e tirei minha bermuda e cueca, fiquei peladinho. Eu queria esfregar minha bunda naquele pauzão. Fiquei ajoelhado de costas e fui levando minha bunda até sentir a cabeça do pau do meu tio na entrada do meu buraquinho...
Fiz força para fora e fiquei brincando de entrar e sair a pontinha da cabeçona no meu cuzinho. Claro que eu sabia que não ia caber, meu cuzinho era pequeno e aquele pauzão cheio de veias não conseguiria entrar por mais molhado que estivesse.
Então ele me pegou pela cintura e cada vez que eu descia, ele me segurava para baixo e empurrava o pau, assim, ia entrando um pouquinho a mais. Fizemos isso algumas vezes e, aos poucos, a cabeça do pau dele já não saía por inteiro do meu cuzinho, entrando cada vez mais...
Claro que doía, mas meu pau estava tão duro e eu estava com tanto tesão que queria ver até onde entrava. Quando já havia entrado um bom pedaço do pau  meu tio tirou todo ele e colocou todo de novo. Fazia isso cada vez mais rápido, até que parou e eu me acostumei com aquele volume dentro de mim.
 Ficamos de quatro, eu baixei o rosto e empinei a bunda e aí sim, começamos a transar de verdade.
O pau realmente não entrou todo, começou a me doer lá no fundo do cuzinho e, pelos meus movimentos, meu tiu percebeu e não enfiava mais fundo. Mas socava com vontade e, em pouco tempo, senti que ele estava gozando dentro de mim, ao mesmo tempo em que eu gozava, me masturbando.
Ele ficou mais um tempinho entrando e saindo, até que tirou completamente o pau. Vi que estava um pouco sujo e tinha um pouquinho de sangue. Passei a mão na minha bunda e vi que eu estava com o cuzinho completamente aberto! Coloquei três dedos dentro dele com facilidade. Os dedos voltaram encharcados de porra, o leitinho do meu tio que agora escorría pelo meu buraquinho aberto.
Claro que eu lambi a mão para provar o gosto!
De lá para cá sempre transamos. Claro, a frequencia não é a mesma, mas sempre que nos encontramos, damos um jeito de fugir para algum motel. Às vezes vou na casa dele, quando (raramente) ele está sozinho em casa.
Tenho alguns filmezinhos que fizemos juntos. Vou postar aqui.
Bom, essa foi a minha primeira vez com um homem. Assim, senhores maduros que queiram uma putinha na cama, escrevam-me ;-) [ calcinha.atoladinha@gmail.com ]

Adoro o gostinho...

Posso ficar horas sugando, lambendo, chupando... Algumas fotos aqui são antigas (bem antigas), outras são atuais. Vamos aumentar esta coleção juntos? Me escreve e vamos marcar algo...










Sexo e responsabilidade

Transei algumas vezes sem camisinha. Mas, sempre foram com parentes (meu tio e um sobrinho) e com amigos, que conheço e sei a vida que levam. Adoroooooo leitinho quente escorrendo pelo buraquinho, mas temos que ser responsáveis. Quem se cuida, dá valor à vida, e eu me cuido. Aqui está meu último exame.

Minha coleção de calcinhas ;-)

Algumas eu nem tenho mais e outras novas não estão aqui, mas...